As cores são elementos fundamentais na hora de montar um projeto de decoração. São elas as principais responsáveis por expressar o conceito e o estilo do ambiente. De tempos em tempos, sempre temos uma nova cor que vai agitar as tendências do design de interiores, da arquitetura e da decoração. Desta vez, quem está no auge é o Rosé Gold

Em tom metálico, a cor é uma combinação de rosa e acobreado. Algumas pessoas até a confundem com o cobre propriamente dito. O fato é que usar rosé gold na decoração, já se transformou em sinônimo de elegância e contemporaneidade!

Certamente, você vai querer levar esta cor para sua casa, não é mesmo? Então, fique de olho nas dicas para inserir o rosé gold em sua decoração

Adapte a cor ao conceito da sua decoração 

O rosé gold é lindo, é moderno e deixa o ambiente super charmoso. Você pode usá-lo de acordo com seu estilo e com o projeto de decoração. É preciso ficar atento apenas à coerência com o projeto visual.

A cor deve ser inserida em harmonia com os demais elementos e de forma natural, isto é, como parte do projeto e não como algo fora do contexto. 

Embora ela possa ser bem usada por todos os gostos e estilos de decoração, é um tom que casa muito bem com a decoração escandinava e com o conceito minimalista. A paixão pelo rosé gold teve início na Europa e, aos poucos, foi encantando as pessoas de diversas regiões. 

Dica: Guia completo sobre 10 estilos de decoração

Equilibre o Rosé Gold e demais tons

Para que você use o rosé gold com elegância e em sintonia com as outras cores, saiba que ele combina perfeitamente bem com tons neutros, sobretudo cinza, branco e preto. Os tons mais neutros da paleta de rosas também são bem-vindos para compor o ambiente

As cores neutras são mais fáceis de se combinar, porém para acertar na escolha e favorecer o local, considere o efeito das combinações. O rosé gold fica muito bonito com o preto, mas deixe essa dupla para os locais maiores. Se o espaço é pequeno, o recomendado é que você dê preferência às cores claras, que ampliam o ambiente e dão sensação e mais espaço. 

Sabe o que mais fica em ótima sintonia com o rosé gold na decoração? Os tons de madeira. Tantos os mais claros, quanto os mais escuros, unidos a esta cor trazem uma atmosfera de glamour e requinte. 

Combine os tons metálicos

Como você optou pelo rosé gold, que é acobreado, nem pensar em dourado e prata, certo? Errado! As cores metalizadas fazem parte da mesma família cromática e podem, sim, estar juntas em um mesmo ambiente. A combinação entre os três fica perfeita em ambientes que precisam de mais iluminação.

E também é capaz de transmitir calor, energia e vivacidade ao local. É interessante para os cômodos onde se tem mais circulação de pessoas ou onde se recebem as visitas, por exemplo a sala, a cozinha e as áreas externas. 

Dica: Inspire-se nas obras de 7 artistas para decorar a casa

Aposte em objetos 

Uma ótima alternativa para introduzir o rosé gold na decoração dá sua casa é investir nos objetos. Eles vão compor o ambiente nos detalhes, de maneira mais suave. Cai bem em projetos mais clean

A cor pode ser usada em todos os cômodos, até mesmo em quartos de bebê. Use o rosé gold em molduras de quadros e espelhos, porta-retratos, acessórios do home office, puxadores das gavetas e armários da cozinha, potes, vasos e demais artigos decorativos.

Fica interessante também utilizar a cor no banheiro. Em chuveiros, cubas, descargas, porta-toalhas e torneiras. Com esses detalhes, a decoração já vai naturalmente ficar mais sofisticada. 

Agora, se você em dúvida do que fica mais bonito e não quer correr o risco de errar, a iluminação está a seu favor. Lustres, abajures, pendentes e luminárias em rosé gold são uma espécie de curinga para quem quer usar a cor, mas está um pouco inseguro.

Ouse no mobiliário

Se você tem uma personalidade mais ousada, ou resolveu escolher o mobiliário como ponto de destaque da sua decoração, uma boa pedida é dar uma chance aos móveis em rosé gold. Já é possível encontrar no mercado mesas, cadeiras, criados-mudos e estantes neste tom.

Contudo, caso você tenha dificuldades em encontrar nesta cor os móveis que você gostou, pode soltar seu lado artístico e partir para o DIY (faça você mesmo). Com uma boa tinta spray, dá para pintá-los. Atente-se à qualidade da tinta e ao tipo de superfície, para adquirir o material adequado (afinal, você não vai querer estragar peças, certo?). 

Se para montar o mobiliário da sua residência você optou por móveis planejados, terá uma flexibilidade maior para inserir o rosé gold em portas de armários e gavetas, acabamentos e nichos 

Evite excessos

Quando combinamos o rosé gold, de forma equilibrada, com os móveis e objetos e às demais cores do espaço, acredite: é sucesso na certa. Você pode observar que os ambientes mais bem decorados sempre contam com tons metálicos em seu projeto visual. O segredo é usar na medida certa, sem exagerar. 

Se você já fez a opção pelos móveis em rosé gold, use outras tonalidades nos objetos, nos itens de decoração, almofadas. O mobiliário já é um bom ponto de destaque para a cor. E o equilíbrio vale também para o uso nos móveis. Vai ficar pesado se no mesmo contexto tiver mesas, cadeiras, estantes, enfim tudo em rosé gold

Assim, use a cor com bom senso e, como dissemos na primeira dica, em harmonia com a sua ideia. 

Viu só como usar o rosé gold na decoração traz charme, delicadeza e requinte à sua casa?! Sem conflitar com os outros itens e sem pesar. Para completar, a boa notícia é que a tendência veio para ficar!

Os especialistas do segmento apostam no sucesso da cor por um bom tempo. Portanto, aproveite as dicas e solte a criatividade para deixar tudo com a sua cara e em dia com as tendências

Assim como o rosé gold, o preto também oferece um toque especial. Por isso, também saiba como usar preto na decoração para deixar a casa charmosa com a tendência noir! 
Share: