Os móveis são mais que peças funcionais: eles trazem vida aos ambientes e deixam tudo muito mais aconchegante. No entanto, escolher a mobília da casa, seja para um espaço vazio ou para dar aquela renovada no visual, requer alguns cuidados — afinal, você quer peças que, além de bonitas, durem por longos anos.

Por isso, considerando esses e outros aspectos, daremos 8 dicas para que você não erre na escolha do mobiliário, você se surpreenderá como sugestões simples geram um grande resultado. Acompanhe!  

1. Pense no que você realmente precisa

Quando o assunto é casa e decoração, muitas vezes, nos perdemos no que realmente precisamos e queremos encher a casa com os mais diversos itens, não é verdade? Porém, nesse momento, é preciso refletir sobre o que é realmente necessário para não meter os pés pelas mãos.

Dica: Inspire-se nas obras de 7 artistas para decorar a casa

A dica aqui é procurar pelas peças básicas de cada área pensando em quais atividades você fará naquele espaço, pois de nada adianta abarrotar tudo se você vai acabar não utilizando quase nada. Depois disso, você consegue visualizar quais itens vão deixar o ambiente harmônico e convidativo.

2. Não se esqueça das medidas

Quando vamos a uma loja de móveis, é fácil se apaixonar pelas mais diversas peças expostas, seja um sofá confortável, uma estante para a TV, a cama dos sonhos ou aquela linda mesa de jantar. Porém, antes de comprar tudo o que ver pela frente, é importante ter anotado as medidas de cada espaço a ser mobiliado ou redecorado.

Por mais que a maioria dos itens tenham um tamanho padrão e que possivelmente caberá em sua casa, nem sempre isso acontece. Sem medir o quanto de espaço você tem disponível e os objetos a serem comprados, você pode acabar deixando os ambientes desproporcionais, sufocantes ou vazios.

3. Pense nas cores

Independentemente do seu estilo e personalidade, um lar sem cores é uma lar sem vida. Porém, na hora de escolher a mobília da casa, é fundamental que você se planeje e pense em uma paleta de cores. Do contrário, você pode enjoar facilmente e criar um espaço desconfortável.

Apesar de não existir uma regra, tente escolher apenas uma cor forte para o espaço (se for sua intenção) e tons mais suaves para os elementos adjacentes. Por exemplo, se você optar por uma mesa colorida, opte por uma cor mais clara e neutra nas paredes e nos itens decorativos, e vice-versa. Isso contribui para um espaço mais equilibrado.

Dica: Como combinar a cor dos móveis planejados com a decoração da casa?

4. Invista nos móveis planejados

As dimensões das casas e apartamentos estão cada vez menores, e deixar tudo do jeito que você sempre sonhou contando com tão pouco espaço soa como uma tarefa impossível muitas vezes. Para isso, investir nos móveis planejados pode ser uma ótima solução.

Eles representam tudo o que há de mais bonito e prático no mercado, pois, além de saírem do jeito que você quer e atender às necessidades do seu lar, eles ficam um charme, já que literalmente foram feitos para aquele espaço. Assim, você não precisa se preocupar com os metros a menos — seja para a cozinha, banheiros, quartos, salas etc.

5. Busque o melhor custo-benefício

A mobília de uma casa é sem sombra de dúvida um grande investimento, portanto, buscar o melhor custo-benefício e aproveitar ao máximo seu orçamento é de extrema importância.

Dica: Ambientes planejados ou móveis prontos: qual é o melhor investimento?

Assim, considere o material utilizado na confecção da peça, o acabamento, o design e também o conforto. Tudo isso contribuirá para a longevidade do objeto, levando em conta o lado pessoal e também a qualidade. Com a diversidade de opções disponíveis, você com certeza encontrará a peça ideal para as suas necessidades e seus anseios.

6. Considere a arquitetura do local

A arquitetura também é um ótimo direcionamento na hora de renovar a mobília da casa. Isso porque ela pode determinar qual tipo de item combinará melhor com os espaços ou não.

Muitas casas possuem elementos arquitetônicos “fixos” que advêm de um estilo e segui-lo é uma maneira de não errar no processo. Um apartamento com grandes janelas e uma vista panorâmica da cidade combina com peças mais modernas, por exemplo, ao passo que uma casa com um clima não tão urbano orna bem com objetos mais rústicos. Pense nisso!

7. Procure ajuda profissional

Fazer tudo por conta própria parece a solução mais barata no processo de decorar um espaço. Contudo, você pode se perder em meio a tantos detalhes, escolher itens que não tem nada a ver com você e com sua casa e acabar não alcançando aquilo que você tem em mente.

Portanto, se você está inseguro, considere procurar ajuda profissional, já que quem trabalha com isso tem a experiência para saber o que cairá bem em cada cômodo levando em conta as dimensões e também o seu estilo. Uma maneira ainda melhor é procurar pelo projetista da loja em que você comprará a mobília. Assim, você consegue enxergar como determinado móvel vai ficar depois de tudo pronto.

Dica: Confira 10 aplicativos de decoração para te ajudar na reforma

8. Inspire-se em um tema

Se você não sabe nem por onde começar, selecionar um tema como inspiração pode ser bastante útil. Quando a mobília é colocada em um espaço sem qualquer tema visível, ela pode perder todo o seu potencial.

Portanto, procure nas mais diversas situações aquilo que te represente e tente trazer isso para a decoração. Se você gosta de praia, por exemplo, opte pelos tecidos mais leves, pelas fibras naturais e invista em uma paleta que mescle tons nudes e azulados. Se você prefere algo mais contemporâneo, invista em linhas retas e cores neutras com plantas pontuais. E assim por diante… você verá que tudo ficará mais fácil!

Lembre-se de que o lugar onde você mora deve ser uma extensão daquilo que você é, imprimindo seu estilo e personalidade. Dessa forma, você terá ambientes dignos de capas de revistas que deixarão todos de queixo caído.

Busque sempre quem entende do assunto e tem experiência no mercado para que suas expectativas sejam alcançadas e você tenha um espaço confortável e aconchegante.

Agora que você já sabe como renovar a mobília da casa, é hora de aprender a conservá-lasClique aqui e descubra como fazer isso com essas 12 dicas supervaliosas.

Share: