Seja para planejar uma obra, fazer um reparo, decorar o lar ou simplesmente para repaginar determinados ambientes, a ajuda de um bom profissional é sempre indispensável. Isso porque ele te orientará, do início ao fim, sobre as melhores escolhas e também garantirá a execução e a entrega do projeto.

Muitas pessoas sabem que a escolha do profissional é o primeiro passo importante para que o resultado final seja um sucesso, não é verdade? Mas saiba que é muito comum surgirem dúvidas sobre a escolha do profissional adequado.

Decorador, arquiteto e designer de interiores… Afinal, qual escolher? Se você também não sabe qual é o mais indicado para transformar a sua casa e quer saber as particularidades e quando contratar cada um deles, fique tranquilo!

Neste post, explicaremos as diferenças entre eles e em qual situação é indicado contratar cada profissional. Acompanhe e faça a escolha certa!

Decorador

O que faz?

decorador é um profissional que pode ter formação em um curso de curta duração ou não, podendo também ter adquirido seus conhecimentos de forma autodidata.

Clique no banner abaixo e receba gratuitamente nosso guia para ajudar você com a decoração da sua casa!

Muitas vezes, o interesse pelo assunto começa com o apreço que tem pela cultura, pela arte e pela moda e, aos poucos, os hobbies dão lugar à vontade de se especializar e trabalhar com isso.

Mas vale lembrar que, diferente de alguém que tem formação em arquitetura, os seus conhecimentos sobre os componentes de uma obra são poucos ou mesmo nulos. Por esse motivo, as mudanças que ele realiza não podem ser direcionadas à estrutura física do espaço.

Além disso, o decorador também não deve interferir no ambiente ou mesmo no detalhamento da mobília, que são atribuições relacionadas ao designer de interiores.

Por isso, suas atribuições são mais restritas e estão relacionadas a questões específicas, como escolha de acessórios decorativos, de móveis e conjugação de cores, padrões, tecidos e texturas.

Quando contratar?

O momento mais indicado para contratá-lo é quando a construção ou a reforma da sua casa foi concluída e você quer incluir um pouco da sua personalidade na decoração da residência, mas não sabe ao certo por onde começar.

Dica: Restauração ou reforma de imóveis? Conheça as diferenças!

Se você está com dificuldades sobre quais produtos escolher, em qual loja encontrar o que procura, qual tipo de pintura fazer, esse profissional com certeza poderá te ajudar!

O decorador poderá te apoiar sugerindo novas ideias, indicando parceiros e fazendo um estudo prévio do imóvel e do estilo de vida dos moradores. Dessa forma, ele apresentará um projeto exclusivo com o que é tendência no mercado, compatível com seus gostos e, claro, com o seu orçamento.

Arquiteto

O que faz?

arquiteto é aquele que se graduou no curso de Arquitetura e Urbanismo — com duração de 5 anos, seja em universidades públicas ou particulares. 

Durante a sua graduação, estudou temas como representação gráfica, planejamento urbano, projeto de edificações, resistência dos materiais, história da arte, desenho arquitetônico, perspectiva, projeto de paisagismo, conforto ambiental, dentre outras disciplinas das áreas de ciências humanas e exatas.

Clique no banner abaixo e receba gratuitamente nosso guia e saiba como contratar um arquiteto para sua obra!

Todos esses assuntos serviram para proporcionar a ele um embasamento artístico e profissional para atuar em diversos segmentos, tais como:

  • Restauro de edifícios: recuperação de construções danificadas ou antigas, sem que para isso seja preciso abrir mão das características originais da obra;

  • Urbanismo: planejamento de um bairro, uma região ou uma cidade. Essa área está diretamente ligada ao zoneamento de uma região e, portanto, integra as ações da atuação política;

  • Luminotécnica: projeto de iluminação de pequeno ou grande porte, para ambientes internos e externos. Alguns profissionais, inclusive, atuam nesse ramo arquitetando a iluminação para eventos;

  • Acompanhamento de obras: o arquiteto acompanha tudo para que a obra siga o que foi definido no projeto, sendo responsável também pela segurança e pela qualidade de toda a execução do processo.

Quando contratar?

Deu para perceber que o arquiteto é responsável por projetar ambientes que pedem soluções mais eficientes para a estruturação do local, a fim de um melhor aproveitamento do espaço para você e sua família, certo?

Por essa razão, ele deve ser contratado quando você planejar construir ou reformar o seu imóvel, já que ele poderá concretizar seus desejos e, ao mesmo tempo, resolver as suas necessidades com soluções espaciais criativas, funcionais e estéticas.

Com a ajuda desse profissional, seu lar certamente ficará mais agradável, confortável e você evitará gastos desnecessários, seja com a compra de materiais a mais ou a menos, por exemplo.

Designer de interiores

O que faz?

Por fim, mas não menos importante, está o designer de interiores. Com formação técnica, ele pode atuar tanto em estabelecimentos com foco em materiais para móveis e revestimentos de decoração, escritório de arquitetura ou escritório de design de interiores.

Dica: Como combinar a cor dos móveis planejados com a decoração da casa?

Independente da escolha, ele atuará sempre na elaboração de ambientes internos em espaços comerciais, institucionais e, claro, residenciais, buscando ampliar ou reduzir espaços, provocar efeitos cênicos e aplicar as últimas tendências.

Para isso, ele leva em conta as normas técnicas que envolvem acústica, térmica, luminotécnica e ergonomia ao definir a disposição de móveis para melhorar a circulação de pessoas, a iluminação para cada cômodo, o revestimento para paredes e pisos, entre outros aspectos.

Quando contratar?

O momento mais indicado para se contratar um designer de interiores é após uma reforma, quando se deseja formular o layout de um cômodo, por exemplo, complementando o trabalho do arquiteto. Esse é um bom investimento para transformar a sua moradia em um lugar mais amplo, espaçoso, confortável e com visual único.

Dica: Saiba como tornar sua casa mais aconchegante

Se você tem dúvidas sobre contratar esse profissional ou se é o momento certo para recorrer aos seus serviços, saiba que contar com o seu auxílio é uma excelente forma de aliar o que você gosta ao que realmente precisa na rotina do seu imóvel.

Além disso, o seu trabalho agrega muito mais do que valor estético à casa, pois também intensifica o valor material dela — o que é uma vantagem caso deseje, em algum momento, vendê-la ou alugá-la.

Nosso post esclareceu suas dúvidas sobre decorador, arquiteto e designer de interiores? Então, agora que você já sabe as diferenças entre cada ramo, poderá decidir sem dificuldades qual deles melhor atende suas necessidades para deixar sua casa como você sempre quis!

Gostou de saber mais sobre as diferenças entre esses profissionais? Se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão, não se esqueça de deixar um comentário!

Share: