Desde os antigos galpões de fábricas e armazéns, que chamaram a atenção de muitas pessoas que procuravam um local em que pudessem unir trabalho e moradia a um preço acessível, aos modernos lofts e apartamentos, a decoração industrial se tornou bastante comum e uma tendência para o design de interiores.

O problema é que nem sempre conseguimos adotá-la em nossa casa sem deixar tudo com cara de ferro velho, não é mesmo?

Pensando nisso, montamos este post com 8 dicas para você não errar mais e deixar seu lar do jeito que você sempre sonhou. Seguindo as nossas dicas, é possível conquistar o estilo facilmente. Acompanhe!

1. Deixe as tubulações à mostra

Uma das principais características da decoração industrial é deixar as tubulações hidráulica e elétrica totalmente ou parcialmente aparentes. É possível criar verdadeiros padrões com esses encanamentos e ainda trazer um toque a mais para o ambiente. A estrutura metálica desses itens também ajuda a caracterizar o espaço.

Vale lembrar, no entanto, que se você se mudar para um local que já disponha desses canos à mostra, é importante fazer uma revisão e trocar o que está velho. Afinal, a segurança vem em primeiro lugar!

2. Use texturas como madeira e cimento

A mistura desses dois elementos é indispensável para quem quer adotar a decoração industrial. Os revestimentos que imitam cimento queimado podem ser usados nas paredes, chão, teto e em pequenas peças decorativas. Esses revestimentos ganharam destaque e estão disponíveis no mercado a preços acessíveis, facilitando o trabalho.

Já a madeira deve ser usada em mobiliários, como mesas de centro, poltronas rústicas ou como tampo das mais diversas superfícies. Os tons mais claros e naturais caem melhor nesse estilo, mas não se esqueça de dar um bom acabamento para que a durabilidade não seja comprometida.

Dica: Saiba como decorar paredes de tons claros

3. Integre os cômodos 

Outro ponto que define bem o decór industrial é o conceito aberto. Tendo como inspiração os lofts nova-iorquinos e as grandes fábricas, ele nada mais é que a integração dos cômodos de modo a proporcionar a ideia de amplitude e praticidade.

Dentre as junções mais comuns, temos a sala de jantar à cozinha e o quarto à sala. Mas você pode integrar todos sem problema se quiser ir bem fundo no estilo. É importante salientar, no entanto, que antes de quebrar qualquer parede para alcançar essa integração, você de se certificar de que ela não é parte da sustentação do imóvel.

4. Aposte em uma boa iluminação

Na decoração industrial, a iluminação também tem o seu destaque, pois com as grandes janelas e ausência de paredes entre os espaços, tudo fica bastante iluminado. Mas nem sempre dispomos dessas características em um apartamento ou casa. Por isso, investir em uma boa iluminação é fundamental.

Aposte nos pendentes simples, nas lâmpadas de filamento de carbono, nas luminárias dobráveis de mesa, nos bulbos conectados diretamente aos encanamentos aparentes, nos abajures estilo tripé e também nas arandelas. Opte pelos modelos mais rústicos e sem muitos acabamentos, pois combinam mais com o estilo.

Dica: 6 erros de iluminação de ambientes que você deve evitar

5. Escolha os móveis com cautela

A decoração industrial pede peças em couro, bastante madeira e metais. Portanto, na hora de escolher os móveis, é necessário ter cautela para que tudo fique o mais harmônico possível e, dessa forma, promova o bem-estar e a qualidade de vida de quem frequenta o ambiente.

Uma boa opção é utilizar os móveis planejados, que você monta de acordo com o seu estilo e necessidade, garantindo que fiquem perfeitos para as dimensões e especificidades do imóvel. Busque uma estética simples, mas que não peque em qualidade, afinal, você vai querer um mobiliário que dure por um bom tempo.

6. Transforme objetos inusitados

Às vezes pensamos que muitos objetos não têm mais conserto e precisam ir direto para o lixo, ou também não visualizamos todo o potencial que um objeto incomum tem para a decoração. Mas quando o assunto é o estilo industrial, transformar e reciclar esses itens é uma grande pedida.

Use madeira de demolição para a cabeceira da cama, banquetas altas de ferro para a bancada da cozinha, tambores de óleo para criar mesas de apoio, roldanas e correntes para lustres, secções de canos galvanizados para ter lindos vasos de planta e armários metálicos antigos para dispor os artigos pessoais.

7. Invista em uma parede de tijolinhos

Os famosos tijolinhos à vista tiveram seu auge na decoração há muito tempo, e com o estilo industrial, eles voltaram à tona e estão com tudo. Como o estilo pode se tornar um tanto quanto sério e sem vida, os tijolinhos com seus aspectos terrosos, trazem aconchego e quebram essa sensação monótona.

Para criar o efeito, basta retirar toda a camada de tinta e reboco que cobrem os tijolos e aplicar um material impermeabilizante para manter tudo em bom estado. Ainda é possível aplicar revestimentos pré-fabricados ou utilizar ideias criativas, como tijolinhos de isopor ou adesivos que imitam o material.

Dica: Como usar papel de parede na decoração da casa

8. Brinque com as cores

O preto, o branco e o cinza são os principais tons dentro desse estilo industrial. Dessa forma, é preciso ficar atento para não se esquecer das cores mais vivas e acabar deixando a casa com um aspecto frio demais. Portanto, brinque com cores para elevar os ambientes a outro patamar.

Objetos vermelhos, amarelos e azuis complementam bem a tendência e trazem mais alegria ao espaço. Pinte uma parece com uma dessas cores, as cadeiras da mesa de jantar, o móvel planejado da sala, os armários da cozinha ou ainda busque pequenos itens de decoração nesses tons, como as capas das almofadas. 

A decoração industrial traz uma personalidade singular para o imóvel, e ainda traz uma sensação de grandeza ao integrar os ambientes e favorecer uma ótima circulação. É o estilo ideal para quem busca um espaço descontraído, mas que ao mesmo tempo seja sinônimo de bom gosto e modernidade.

Esperamos que essas dicas te inspirem e motivem a adotar o estilo no seu lar. Lembre-se que o lugar onde você mora deve ser uma extensão de quem você é, proporcionando o seu conforto e de toda a sua família.

Gostou deste post e quer ficar atualizado sobre mais conteúdos como esse? Então assine agora a nossa newsletter!

Share: