Se você mora em apartamento ou casa pequena e acha que terá dificuldades em repaginar a decoração, não se preocupe! Com um bom planejamento é possível organizar seu lar e deixá-lo ainda mais lindo, elegante e aconchegante.

As cores, móveis e objetos de decoração são os principais itens que, se escolhidos de forma correta, podem valorizar os ambientes pequenos e dar a sensação de maior espaço. Confira nossas dicas e inspire-se!

Aposte na iluminação natural

A luz natural dá a sensação de aumentar o espaço. Para isso você pode dispensar o uso de cortinas nas janelas ou optar por tecidos leves e de cores claras. Algumas portas e paredes, que têm função apenas decorativa, também podem ser eliminadas para ampliar o ambiente e deixar entrar mais luminosidade.

Mesmo assim, se você não tiver condições de proporcionar bastante luz natural à sua casa, invista em iluminação artificial no teto e candeeiros de mesa ou de pé. No entanto, lembre-se: deixe os lustres compridos fora de sua lista!

Descarte objetos desnecessários

O excesso de objetos de decoração, principalmente de quadros, acaba diminuindo o espaço da casa e pode dar a impressão de desorganização. Evite isso mantendo apenas os acessórios necessários e de forma organizada.

Observe o que mais combina com o seu lar e pense bem onde cada objeto ficará melhor. O importante é ficar atento para não exagerar. Prefira peças organizadoras, como cestas e caixas de madeira, que além de dar um charme a mais à decoração, podem te ajudar a manter o ambiente arrumado.

Invista em móveis planejados

A mobília sob medida é uma boa opção para quem quer otimizar o espaço e a decoração de casa pequena. Um guarda-roupa planejado de acordo com o tamanho do quarto ou um gaveteiro que caiba exatamente nos pequenos espaços da cozinha, por exemplo, fará uma grande diferença no aproveitamento de ambientes reduzidos.

Peças quadradas e embutidas também ajudam a ganhar espaço e utilizar da melhor forma os cantos, como debaixo de escadas ou nos nichos sem uso. Opte por armários de cores neutras e sem fechos para deixar os cômodos com um estilo mais clean.

Prefira cores claras

Escolha uma paleta de cores suaves e claras, que integrem e aumentem os ambientes pequenos. Essa regra vale não só para as paredes como também para o chão. Ao usar carpetes, alcatifa ou tapetes, prefira tons neutros, sem estampas ou grandes relevos. Use a simplicidade a seu favor para valorizar o espaço.

É interessante, ainda, usar uma só cor em todo o imóvel, mas em diferentes tons, destacando alguns cômodos e paredes específicas.

Substitua as portas tradicionais

As portas corrediças são uma ótima alternativa às tradicionais. Elas diminuem a poluição visual e garantem maior dinâmica e elegância, além de ocupar menos espaço. Essa dica vale tanto para os armários de cozinha, quarto e banheiro quanto para os próprios cômodos da casa ou apartamento. Elas dão um ar moderno e charmoso ao lugar.

Use espelhos

Um truque incrível é usar espelhos na decoração, porque eles ampliam e dão profundidade ao ambiente. Você pode usar peças grandes na horizontal e vertical, que ocupem uma parede inteira, ou combinar pequenos espelhos. Porém, não se esqueça: é importante que a moldura seja discreta para não pesar na decoração.

Quantidade x tamanho

Prefira peças de decoração grandes e em menor quantidade, em vez de muitos objetos pequenos. Essa dica é essencial para melhorar não só a circulação de pessoas no imóvel, mas também para deixar o visual mais agradável. A grande quantidade pode reduzir ainda mais o tamanho de seu lar, ao passo que poucas peças contribuem para alongar os ambientes.

Os móveis estofados também precisam de uma atenção especial para não comprometer a decoração da casa ou apartamento. É preciso ter cuidado para não exagerar nas estampas e texturas — nesse caso menos é mais.

Atenção à distribuição dos móveis

Coloque seus móveis em lugares estratégicos para evitar que eles atrapalhem as pessoas de se movimentar entre um ambiente e outro. Por isso, escolha deixá-los distantes de portas, passagens e do centro dos cômodos.

Invista em peças práticas e que economizem espaço, como cadeiras sem braço, mesas baixas e ottomans. Você também pode substituir as mesinhas de cabeceira do quarto por nichos de madeira na parede, por exemplo.

Escolha móveis multifuncionais e compactos

No quarto das crianças as camas podem ser substituídas por um beliche. Já na cozinha, você pode optar por uma mesa dobrável presa à parede. Na sala, que tal um puff que abre e serve para guardar objetos?

Para facilitar o dia a dia e liberar espaço nos cômodos, prefira móveis práticos com diferentes funções. Planeje as necessidades de seu lar e encomende móveis sob medida.

Invista em sancas de gesso, rodapés e outros detalhes

O rebaixamento de gesso pode até ser elegante, mas não em ambientes pequenos. Esse tipo de decoração acaba transmitindo a sensação de sufoco e diminui ainda mais o espaço do imóvel. Quanto aos rodapés, evite os grossos. Por mais charmosos que sejam, eles também comprometem o visual dos cômodos.  

As cerâmicas também são uma peça importante e merecem atenção, porque podem favorecer ou arruinar a decoração principalmente do banheiro e da cozinha. Por isso, tenha cuidado ao escolher: opte por peças sem muitos detalhes. Prefira as lisas ou com leves listras verticais.  

O chão também influencia bastante na harmonia visual do ambiente. Tenha isso em mente e não exagere nos tapetes. Ter o piso visível faz com que as divisões de ambiente pareçam maiores, por isso use, no máximo, um tapete por cômodo e que possua uma coloração clara e neutra.

Hoje em dia, o mercado de móveis e decoração oferece uma série de opções para quem quer transformar o lar e deixá-lo do jeito que você sempre sonhou, sem depender de grandes espaços e gastando pouco.

O importante é usar itens e técnicas para favorecer e alongar os ambientes. Portanto, não se preocupe com o tamanho de sua casa, o segredo está no planejamento que une praticidade e conforto.

E então? Gostou das nossas dicas? Deixe o seu comentário!

Share: