Na hora de reformar ou dar uma repaginada no ambiente, um dos itens mais importantes é a escolha das cores. Talvez por isso, e por estar muito ligado a gosto pessoal, gera também muitas dúvidas. E se você prefere usar cores fortes na decoração, mais um desafio pela frente. 

Os tons mais escuros são elegantes e estão sempre presentes nas tendências de decoração e design de interiores. E se você tem receio de inseri-los em seu projeto, pois acredita que o ambiente ficará pesado, saiba que é possível usar as cores fortes na decoração com equilíbrio e muito charme. 

E para lhe ajudar nessa missão, trouxemos dicas infalíveis para você considerar na hora de definir a paleta. Vamos lá! 

Leve em conta o tamanho do ambiente

Antes de iniciar a reforma e a escolha dos móveis, o primeiro passo é avaliar o tamanho do local. Isso servirá de base para escolher não somente as cores, mas também os mobiliários e os demais itens de decoração

Os ambientes pequenos pedem a predominância de tons claros, uma vez que dão a sensação de que o espaço é mais amplo e mais arejado. Isso não significa que você não pode usar preto ou fúcsia, por exemplo. Na próxima dica vamos lhe mostrar como fazer. 

Já os ambientes grandes comportam melhor as cores fortes, pois não há preocupação em ampliar o espaço. Por outro lado, é interessante mesclar tonalidades mais claras e as vibrantes, a fim de dar mais movimento ao ambiente e de evitar a monotonia

Dica: Decoração de lofts: conheça as principais tendências!

Mantenha o equilíbrio entre as cores

Harmonizar as cores é um dos segredos dos projetos mais sofisticados e agradáveis aos nossos olhos. Para tanto, é relevante entender o efeito de cada tonalidade no conjunto do ambiente. Veja só: 

Tons neutros

São curingas em todos os estilos de decoração. Combinam bem com todos os demais tons, nunca saem da moda e equilibram o visual dos ambientes

Tons claros

Oferecem frescor, tranquilidade. Também não devem ser usados em excesso, pois podem deixar o ambiente frio e nada aconchegante. 

Tons vibrantes

Dão vida e jovialidade aos projetos visuais. Remetem à criatividade e geram a sensação de movimento. Em excesso, deixam o local cansativo e pode estimular a irritação. Ficam muito elegantes quando usados nos detalhes, combinados a cores neutras e claras

Tons escuros

Conferem aquele ar de seriedade e ao mesmo tempo sofisticação, além de combinarem bem com os demais tons. Quando usados em exagero, podem dar a sensação de abafamento e diminuição do espaço. 

E por falar em efeito das cores, é interessante entender o significado de cada uma e as sensações que elas podem despertar nas pessoas. Alguns estudos de psicologia das cores podem lhe ajudar a entender melhor essa dinâmica. 

Um guia definitivo para auxiliar por onde começar um planejamento de decoração,
como decorar cada cômodo da casa e quais erros devem ser evitados. Confira no banner abaixo:

Aposte também nas cores complementares

Uma boa forma de harmonizar as tonalidades é ter como referência o círculo cromático. Com base nele, você pode escolher uma cor predominante e preencher os detalhes com as cores complementares. Isso resulta em um jogo de contrastes. Fica bem elegante e contemporâneo. 

E como saber qual é a paleta complementar à cor que você escolheu? Basta observar qual cor está exatamente na posição oposta no círculo. Por exemplo: roxo e amarelo, tons de azul com tons alaranjados e assim por diante. 

Use a iluminação de modo estratégico

A iluminação influencia bastante na percepção das cores. Escolha as lâmpadas a partir do efeito que você pretende criar no ambiente. Se o cômodo onde você quer aplicar as cores fortes for pequeno, dê preferência às lâmpadas brancas, já que elas são mais claras e ajudam a ampliar o ambiente. 

Por sua vez, as lâmpadas amarelas “fecham” o ambiente e são recomendadas para os cômodos maiores. Ao usar as cores fortes em grandes espaços, mescle os tons das lâmpadas a fim de manter o equilíbrio entre aconchego e leveza. 

Diga não aos excessos

Essa dica vale tanto para as cores quanto para o mobiliário e a escolha dos demais elementos da decoração. Equilíbrio é palavra de ordem na hora de montar o visual da casa. E em se tratando de cores fortes, a atenção deve ser redobrada. 

Caso você aplique tons marcantes ou escuros nas paredes (os terrosos, por exemplo), escolha móveis e artigos decorativos em tons mais claros, para balancear o ambiente. Aposte também nas transparências. 

Agora, se você prefere manter uma base neutra na parede, pode ousar mais nos acessórios e no mobiliário. Sofás coloridos, almofadas estampadas, quadros grandes estão em alta e fazem uma linda composição. 

Vale destacar que nos quartos o cuidado com o equilíbrio das cores é ainda maior. Isso porque, como é um ambiente de descanso, requer uma atmosfera de tranquilidade, porém, sem perder a vitalidade. O segredo é não exagerar na dose!

Dica: Como combinar a cor dos móveis planejados com a decoração da casa?

Inspire-se no grafite para combinar as cores fortes na decoração 

Já pensou em levar a arte para sua casa como base do projeto de decoração? Então, saiba que o grafite é perfeito para quem quer ousar na hora de usar as paletas mais vivas e vibrantes em seu lar doce lar. 

Conhecido por dar vida a muros e painéis nas cidades, o grafite tem um ar de modernidade, ousadia e jovialidade. E essa forma de arte traz em sua base uma harmoniosa combinação de cores fortes. Uma parede grafitada vai bem com móveis em bases neutras e elementos da decoração em cores claras

E onde o grafite fica mais interessante? Nos pontos de maior circulação de pessoas e geralmente mais amplos, como salas de estar ou jantar, varandas e áreas externas. Ah, e não se esqueça da dica anterior: nada de excessos! 

Com essas dicas, você pode ficar de cabeça fria para inserir as cores fortes na decoração da sua casa com equilíbrio, elegância e sem pesar o ambiente. E, claro, sem abrir mão das suas preferências, afinal, seu cantinho precisa ter a sua cara e de sua família. 

A escolha das cores se torna uma deliciosa brincadeira e um estímulo à criatividade. Além do mais, tem tudo a ver com estilo e personalidade. Agora que já sabe como combinar as cores fortes na decoração, descubra o que a sua cor favorita diz sobre você.

Share: